Rua 1º de Maio, 14B, Sobreiro, 2640-817 Mafra, Lisboa, Portugal

+351 913315565

not.atelier@gmail.com

© 2016 by Not-Atelier

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon
  • White Instagram Icon

CASA ATELIER

 

Reabilitação

Sobreiro . Mafra . Lisboa . Portugal

Localização > Rua Primeiro de Maio, 14 - Sobreiro, 2640-817 Mafra

Projecto > 2016
Fase > Em obra
Cliente > Privado

Área > 70 M2

Preço m2 > 500€/m2

em construção...

Recuperação de uma antiga habitação anterior ao ano de 1951
Localizada na confluência da Rua 25 de Abril, da Rua da Olaria e da Rua Primeiro de Maio da aldeia do Sobreiro perto de Mafra. Esta edificação é construída nos primeiros anos do século XX, em pedra da zona, tendo como função inicial albergar os alambiques, os animais e as carroças, sendo ainda visível os arcos das portas por onde entravam, que apareceram no último terramoto sentido na zona.  
Seguidamente o edifício é transformado em habitação e zona de adega, deixando os espaços de estar conectados. Com isto a zona para habitação continua em uso, entrando a adega em ruína.
A planta é formada por dois elementos retangulares unidos por uma pequena abertura na parede de pedra de 60 cm. Existia também uma estrutura de vigas que suportavam algumas atividades na zona superior da adega. A estrutura dos telhados é diferenciada, sendo que uma zona tem uma estrutura atualizada à 30 anos em vigas e vigotas de betão e a outra conserva a estrutura inicial com asnas e barrotes de madeira.
As portas e as janelas existentes são pequenas e do tipo francês, com excepção da zona  de acesso à zona de adega, onde temos um grande arco de pedra - único elemento onde transparece alguma cuidado no tratamento dos vãos da fachada. A chaminé é resultante inicial de um forno exterior já inexistente, que passou a chaminé interior da cozinha.
O projecto foi bastante claro no seu conceito inicial: um atelier que seria inicialmente uma moradia.
Com este propósito o layout foi nascendo diretamente dos espaços em bruto já existentes:
A zona dos dois quartos, sala, cozinha e corredor existentes no primeiro volume de 6 por 5 metros foi diretamente transformado na sala (que seria depois a sala de joalharia), com a recuperação da cobertura de madeira, mantendo as peças em bom estado e substituindo as que já apresentavam debilidade e da mesma maneira foi completamente demolido o teto falso que estava completamente podre, deixando o vão do telhado completamente aberto; A casa de banho foi mantida na mesma zona, assim como as ligações à rede exterior, apenas passando o pé-direito a ir de encontro ao telhado de duas águas. Foi também alterado o seu comprimento, e foi ajustado a sua geometria; A zona de cozinha passou para o espaço ocupado pelo quarto, aproveitando a proximidade com a casa-de-banho e as ligações aí existentes, esta também aproveita a altura completa do vão tendo sido retirado o teto falso horizontal; Os dois quartos surgem agora na zona da adega, ocupando a zona baixa e a zona alta já existente, esta zona situa-se junto ao grande arco, o quarto superior (futuro escritório) tem uma grande velux, e o inferior (futura área de reuniões) além de uma pequena velux.